quarta-feira, 11 de abril de 2012

Caixinha de Recordações

"A Núvem"

Aquela núvem branca, fofa e leve
Parecendo um floco de neve
Contente e brincalhona, de mansinho
Voando sempre, segue o seu caminho.

Um cavalo logo pode virar,
Que vai a galope pelo céu errante
Mas se o lindo sol não parar de raiar
Como uma estrela continuará brilhante.

Foges, agora, correndo agitada...
Sei que não queres, mas estás carregada,
E a qualquer momento podes chorar.

Num instante o branco em cinza se torna,
O céu em linha de chumbo se contorna,
Até toda essa mágoa amainar.

03/06/1998

1 comentário:

  1. Sabe sempre tão bem recordar a infância, a magia da inocência...

    ResponderEliminar